Análise Masculina
Como ter uma ereção rígida e prolongada - Análise Masculina

Como ter uma ereção rígida e prolongada

Você já deve ter reparado que muito pouco se fala sobre ereções, nenhuma pesquisa nova, nenhum tratamento novo divulgado, ou seja, pouca coisa mudou ao longo dos anos com relação à ereção.

Na verdade, isso provavelmente vem sendo ofuscado ou até mesmo ignorado por muitos pelo fato de grande parte dos homens estarem mais focados no tamanho do pênis do que na própria ereção.

Provavelmente, o fácil acesso atualmente à pornografia on-line, onde atores pornográficos exibem seus membros avantajados, causa uma interpretação distorcida do que é “normal” no sexo.

Nesse artigo, vamos dar algumas dicas físicas e mentais de como conseguir uma ereção mais rígida e duradoura.

Apesar de ser muito chato fazer uma leitura extensa, é muito importante que você entenda como funciona a ereção e quais os fatores que podem ser prejudiciais.

Então, vamos entender melhor sobre os fatos e a ciência que fazem parte da ereção.

Os fatos da ereção

Embora o assunto sobre ereção não seja um tema comum a ser discutido em rodas de amigos, isso não significa que muitos homens não tenham as mesmas dúvidas sobre a ereção.

Para aprofundarmos no assunto, temos que entender alguns pontos importantes sobre a ereção, a começar pelos fatos.

Fato número 1: Existem três tipos de ereções

Apesar de o produto final ser o mesmo, existem 3 tipos diferentes de ereção.

  1. Ereção Reflexogênica: Esse tipo de ereção é a mais comum, causada pelo estímulo do contato físico;
  2. Ereção Psicogênica: A ereção psicogênica é causada por excitação audiovisual ou imaginação, no caso sem contato físico;
  3. Ereção Noturna: Esse tipo de ereção ocorre quando o homem está dormindo, principalmente no estágio profundo do sono REM. Nesse caso, a ereção não está ligada ao estímulo sexual.

Fato número 2: Um pênis saudável terá múltiplas ereções noturnas

Quem já não acordou com o pênis ereto após uma ótima noite de sono?

Pois bem, essa “glória da manhã” é resultante de uma noite em que você provavelmente teve de três a cinco ereções noturnas durante o sono.

Cada ereção noturna costuma durar em média 30 minutos e são ótimas como um treinamento de resistência peniana.

Fato número 3: O tamanho do pênis não tem relação nenhuma com o tamanho das mãos ou dos pés

Apesar de ser correto afirmar que, em indivíduos sadios existe uma harmonia e proporcionalidade entre as medidas do corpo, é mito conhecido de longa data que o tamanho das mãos ou dos pés tem relação com o tamanho do pênis.

Pesquisas realizadas pelo British Journal Of Urology International comprovam que o tamanho dos membros (mãos e pés) não tem nada a ver com o tamanho do pênis.

Fato número 4: Pênis mais curtos aumentam mais do que os mais longos

Há estudos que mostraram que um pênis mais curto aumenta quase duas vezes mais do que um pênis mais longo quando ereto.

Vale lembrar que não é possível determinar o tamanho do pênis ereto pelo tamanho do pênis em estado flácido.

Fato número 5: O tamanho médio do pênis

De acordo com uma pesquisa realizada em 2014 com dados colhidos de 15.521 homens pôde-se concluir que:

  • O pênis médio flácido é de 9,16 cm, e esticado 13,24 cm de comprimento.
  • O pênis ereto tem em média 13,12 cm ou 5,17 polegadas de comprimento.
  • A circunferência média do pênis flácido é de 9,31 cm e ereto 11,66 cm.
  • Pênis eretos maiores que 15,24 cm são raros.

Saiba Mais: 10 formas de aumentar o pênis – método comprovado

Fato número 6: O pênis nem sempre é reto

É muito natural que o pênis possa ter uma leve curvatura quando ereto. Porém, se a curvatura estiver causando algum tipo de dor, pode ser um sinal de algo mais sério.

Há casos de doenças como a Doença de Peyronie, onde a curvatura é significativa e normalmente vem acompanhada de dor ou interferir na função sexual.

Se você possui uma curvatura acentuada com dores, é aconselhável procurar um médico urologista o mais breve possível.

Fato número 7: As mulheres não se importam com o tamanho

Apesar de existirem muitas dúvidas quanto a isso, ainda podemos dizer que a maioria das mulheres não se importa com o tamanho do pênis, e sim com o seu desempenho, antes, durante e depois.

A ciência que estimula sua ereção

Agora que esclarecemos as questões dos fatos, vamos conhecer um pouco sobre a ciência por trás das ereções.

Alcançar uma ereção saudável não é uma tarefa tão fácil. Apesar de parecer tão simples, a ereção exige várias combinações de fatores do seu corpo.

Cada ereção requer simultaneamente, múltiplos estímulos de seu sistema nervoso, hormonal e vascular, além de um forte estímulo psicossexual (nesse caso não se aplica às ereções noturnas como vimos anteriormente).

Se algo não estiver bem dentro desse processo, a ereção poderá ser prejudicada.

Para entendermos melhor como a ereção acontece, dividimos o processo em 3 estágios.

Estágio 01: O estímulo

O estímulo pode ser feito de duas maneiras, o estímulo direto ou indireto.

Como vimos anteriormente, o estímulo direto ou ereção reflexogênica, é feito através do contato físico, tocando o pênis para acionar os nervos na parte inferior da medula espinhal e o sistema nervoso periférico.

Já no estímulo indireto ou ereção psicogênica, a estimulação sexual não é mecânica. A excitação sexual é feita através de imagens ou áudios e também da imaginação.

Nesse caso, o sistema límbico do cérebro é ativado, enviando sinais elétricos para os centros nervosos eréteis através das regiões inferiores da medula espinhal.

Há também um terceiro estímulo, que é a ereção noturna, que também pode estar ligada com o estímulo indireto, mas nesse caso, sem ligações eróticas associadas.

Estágio 02: O ingurgitamento ou preenchimento

Independentemente de como o primeiro estágio foi alcançado, nesse estágio é feito o bombeamento de sangue para o pênis.

O sistema nervoso quando recebe o estímulo, libera o óxido nítrico nas artérias trabeculares e no músculo liso do pênis, dilatando instantaneamente os vasos sanguíneos.

Isso faz com que as artérias e os corpos cavernosos fiquem cheios de sangue.

E para ajudar a manter este sangue no lugar e manter a ereção, os músculos isquiocavernoso e bulbosoesponjoso do constrito do pênis entram em ação, a fim de bloquear efetivamente as veias do pênis de drenar o sangue.

Estágio 03: O repouso

Esse estágio é onde o pênis volta para o estado flácido.

Assim que o estímulo é finalizado, a atividade do sistema nervoso periférico diminui.

Os processos do estágio 02 se invertem e seu pênis volta ao seu estado normal de repouso.

As barreiras para ter uma ereção mais rígida

Agora que você conhece a ciência por trás da ereção, poderá ser mais fácil identificar onde está o problema para alcançar uma ereção mais potente.

Se você não possui nenhum tipo de dano espinhal significativo e não sofre de distúrbios hormonais, é mais fácil descobrir em qual dos dois estágios está a barreira que te impede de ter uma ereção mais forte.

Se no primeiro estágio (estímulo) houver qualquer coisa que atrapalhe a sua capacidade psicológica de ser estimulada, causará dificuldade na ativação do sistema nervoso.

– Estresse, depressão e ansiedade, são alguns fatores que dificultarão a sua concentração para uma ereção satisfatória.

Já no segundo estágio (ingurgitamento) o fator que impede uma ereção rígida é mais físico do que psíquico.

Qualquer coisa que contribua para um estreitamento dos vasos sanguíneos ou dificultem o fluxo do sangue no pênis, afetará diretamente na sua ereção.

– Doenças como pressão alta, diabetes, doenças do coração e colesterol alto podem afetar o fluxo de sangue no pênis.

– Obs: A disfunção erétil pode estar ligada em qualquer um dos dois estágios, tanto físico como mental.

7 Maneiras Físicas para manter uma ereção rígida

1 – Pare de fumar

Um dos maiores inimigos da ereção é o tabagismo. As toxinas do cigarro, além de causarem várias doenças, inclusive o câncer, afetam várias funções do organismo como nervos, hormônios, circulação e músculos que prejudicam diretamente na ereção, aumentando as chances do indivíduo de sofrer com a disfunção erétil.

2 – Pratique exercícios regularmente

Praticar exercícios além de trazer inúmeros benefícios à saúde, o exercício aeróbico ajudará a manter a saúde dos seus vasos sanguíneos e reduzir o risco de aterosclerose (acúmulo de gorduras e outras substâncias nas paredes das artérias).

Exercícios para a musculatura pélvica, como os exercícios de Kegel, fortalecerá os músculos penianos que retêm o sangue.

3 – Moderar no consumo de álcool

Evitar o consumo excessivo de álcool garantirá que tanto o sistema nervoso quanto o pênis não sejam afetados. Uma “quantidade moderada” de álcool pode ser benéfica para esquentar a relação, por ser um relaxante natural. Mas lembre-se, eu disse “quantidade moderada”.

4 – Mantenha uma massa corporal saudável

Tente manter uma massa corporal saudável, pois o excesso de gordura corporal faz com que mais testosterona seja convertida em estrogênio. O aumento de estrogênio masculino pode levar à diminuição da libido e força da ereção.

5 – Adicione frutas escuras à sua dieta

Frutas como o mirtilo (blueberry) são fontes ricas em antocianina antioxidante, que reduz os níveis de radicais livres (prejudiciais à produção de óxido nítrico) e permite um bom fluxo sanguíneo peniano.

6 – Mantenha sua saúde em dia

Não precisamos nem dizer que, manter a saúde em dia é primordial em todos os sentidos, e mesmo tratando da ereção, doenças como diabetes, pressão alta ou colesterol alto (doenças que afetam os vasos sanguíneos) prejudicam diretamente na ereção.

7 – Abster-se por alguns dias

Ao se afastar da masturbação e do sexo por alguns dias, você terá uma melhor ereção do que se você estivesse se masturbando várias vezes ao dia. Vamos pensar que, você esteja dando um tempo para o seu amigo se recompor.

4 Maneiras Mentais para manter uma ereção rígida

As 4 principais maneiras mentais servem para garantir que não haja distrações e sentir estimulado sexualmente na hora da relação sexual.

1 – Controle seus níveis de estresse

Tente manter o estresse sob controle, sinta-se calmo, respire, não pense em outra coisa a não ser naquele momento. Isso garantirá que parte do seu sistema nervoso que desencadeia a ereção não tenha distrações.

2 – Resolva os problemas de relacionamento

Ter um relacionamento feliz e descontraído com o sua parceira(o) é uma das maneiras mais importantes de garantir que você esteja confortável e relaxado quando sua ereção for solicitada.

3 – Trate da depressão e ansiedade

Se você sofre de depressão ou ansiedade, solicite ajuda médica. Muitos casos de ansiedade no momento da relação podem estar ligados ao medo de desempenho ou autoimagem. Nesses casos, o uso de algum medicamento prescrito pelo médico pode ser necessário.

4 – Reduza o uso de pornografia

Uma quantidade saudável de pornografia pode aumentar a emoção com sua parceira(o). Porém, o uso exagerado poderá deixá-lo menos sensível para os prazeres à sua frente, por isso use-o com moderação.

Outras formas de conseguir uma ereção rígida

Medicamentos químicos

Além das dicas que citamos acima, há outras formas menos indicadas para se conseguir uma ereção mais rígida. É o caso do uso de medicamentos farmacêuticos.

Na maioria dos casos, esses medicamentos são indicados para pessoas que sofrem com a disfunção erétil.

Dentre os comprimidos mais conhecidos, podemos destacar os seguintes: Viagra, Pramil, Cialis, Levitra, Citrato de Sildenafila, entre outros.

Boa parte desses medicamentos possuem efeitos colaterais, principalmente doenças cardiovasculares, pois eles aceleram o batimento cardíaco e podem trazer complicações sérias, principalmente em homens mais velhos, com mais de 40 anos.

Sempre consulte o seu médico antes de fazer uso de qualquer tipo de medicamento.

Remédios naturais

Atualmente existem opções seguras de tratamento com produtos naturais, como comprimidos, géis e cremes de massagem.

Por serem 100% naturais e fabricados através de ervas medicinais, esses produtos não possuem contraindicações e nem efeitos colaterais.

Abaixo listaremos alguns dos produtos mais indicados.

– Libid Gel

O Libid Gel é um gel de massagem 100% natural com múltiplos benefícios: aumenta o tamanho e espessura do pênis, melhora a função peniana e controle da ereção, aumenta a sensibilidade durante o sexo, aumenta a libido, auxilia na cura da impotência e ejaculação precoce.

A composição do Libid Gel é feita basicamente de Aloe Vera, Marapuama, Capsaicina e Ginkgo Biloba que atuam no aumento da produção de testosterona e também no maior fluxo sanguíneo no órgão masculino.

>> SITE OFICIAL DO LIBID GEL <<

>> REPORTAGEM NO G1 SOBRE O LIBID GEL <<

Como ter uma ereção rígida e prolongada 1


– XGrow Up

O Xgrow Up é um suplemento vitamínico mineral em formato de cápsulas e em sua composição destacam se a famosa Maca Peruana, Zinco, Magnésio e a vitamina B6.

Os benefícios que esse produto pode trazer são: aumentar a potência e a duração da ereção, aumentar a libido, orgasmos intensos e poderosos, aumento da virilidade e também no aumento tamanho do pênis.

>> SITE OFICIAL DO XGROW UP <<

>> REPORTAGEM NO PORTAL UOL – XGROW UP <<

Como ter uma ereção rígida e prolongada 2

– Maca X Power

O Maca X Power é um suplemento em cápsulas, composto de ingredientes naturais que auxiliam no equilíbrio do organismo e no desempenho sexual.

A fórmula do Maca X Power tem como base dois produtos, a cafeína (para o dia) e maca peruana (para a noite).

Seus componentes garantem inúmeros benefícios ao corpo como energia, melhora da libido e desempenho sexual, saciedade, além do controle hormonal e combate a ejaculação precoce e a impotência sexual.

>> SITE OFICIAL MACA X POWER <<

Como ter uma ereção rígida e prolongada 3

– Max Power

Do mesmo fabricante do Libid Gel, o Max Power é um potente produto em formato de cápsulas produzido com ingredientes 100% naturais.

Tem como principal ingrediente a Maca Peruana, conhecida mundialmente como um potente estimulante do organismo, fonte afrodisíaca de prazer e aumento da libido.

Com o Max Power você terá: aumento da libido sexual, ereção mais poderosa, orgasmos mais intensos, maior duração na relação sexual e auxílio para aumentar o pênis.

Como ter uma ereção rígida e prolongada 4

Na compra do Max Power você ganha de brinde um E-Book Especial com: 20 dicas para um sexo melhor, ABC de Como Conquistar Uma Mulher, Guia do Orgasmo Feminino e Manual do Kama Sutra.

>> SITE OFICIAL MAX POWER <<


O que fazer se a ereção falhar

Primeiramente, mantenha a calma, não entre em pânico, pois isso só vai piorar.

Tenha em mente que a disfunção erétil é comum. Em grupos etários mais jovens, normalmente a disfunção erétil está ligada a fatores psicogênicos em torno da ansiedade de desempenho, ou seja, medo de falhar na hora H.

Em homens com idades entre 40 e 70 anos, estima-se que 50% terá algum grau de disfunção erétil. Nesta faixa etária, é mais provável que o problema seja mais físico envolvendo o fluxo sanguíneo do que mental.

De qualquer forma, em ambos os casos, aconselhamos consultar um médico para buscar maiores conselhos.

Conclusão

Podemos ver ao longo dessa matéria que, para conseguir uma ereção mais rígida, envolve diversos fatores.

O fator físico e mental precisam trabalhar juntos para alcançar o sucesso.

Se você pensa em fazer uso de algum remédio, evite utilizar medicamentos farmacêuticos e opte por produtos naturais sem contraindicações.

Se mesmo seguindo esses conselhos, você não conseguir ter uma ereção satisfatória, procure ajuda médica, pois somente o médico poderá indicar o tratamento correto para o seu caso.
Esperamos que este artigo tenha lhe ajudado a tirar algumas dúvidas.

Deixe seu comentário e conte-nos a sua experiência. Até a próxima!

Comentar

Sobre o Autor

Olá, meu nome é Carlos Vieira, sou psicólogo especializado em terapia cognitivo-comportamental e ao longo dos anos, passei a me dedicar e especializar também nos estudos e comportamentos da mente masculina. Através desse Blog, estarei trazendo diversas informações sobre masculinidade, virilidade e assuntos pertinentes à saúde do homem.

error: Conteúdo Protegido!!